Sexta, 24 de setembro de 2021
(11) 91135-9081
Política

27/07/2021 às 16h27 - atualizada em 27/07/2021 às 17h11

156 visualizações

Ana Flávia Rodrigues

Cajamar / SP

Reforma ministerial: Ciro Nogueira aceita convite de presidente para chefiar Casa Civil
Senador é presidente do PP e integrante do chamado Centrão. Ele confirmou a ida para o ministério após uma reunião com o presidente Jair Bolsonaro.
Reforma ministerial: Ciro Nogueira aceita convite de presidente para chefiar Casa Civil
Ele confirmou a ida para o ministério após uma reunião com o presidente Jair Bolsonaro - Foto: Marcos Corrêa/PR
O senador Ciro Nogueira (PP-PI) se reuniu com presidente Jair Bolsonaro nesta terça-feira (27) e aceitou oficialmente e confirmou que assumirá o cargo de ministro-chefe da Casa Civil.

A reunião confirma a reforma ministerial anunciada por Bolsonaro na última semana. Com a confirmação, Ciro deverá buscar reconciliação com o Judiciário e se tornar um novo interlocutor entre o Executivo e o Supremo Tribunal Federal (STF).



Nogueira é presidente do PP e membro do grupo conhecido no Congresso como Centrão. A ida dele para a Casa Civil é uma estratégia de Bolsonaro de se fortalecer politicamente.

A Casa Civil é um dos mais importantes ministérios da Esplanada e, além de auxiliar na articulação política junto ao Congresso, atua na coordenação de ações do governo com outras pastas.

Reforma ministerial

Considerada o coração do governo, a Casa Civil é uma pasta estratégica para a articulação política do Palácio do Planalto e é responsável pela coordenação entre os ministérios.

A pasta atualmente é comandada pelo general Luiz Eduardo Ramos, que tem reunião às 16h com Bolsonaro. O encontro também terá a participação do ministro da Economia, Paulo Guedes.

No último dia 22, Bolsonaro confirmou o convite a Nogueira e a recriação do Ministério do Trabalho e Previdência, que, no início do governo, foi agrupado com outros quatro ministérios para a criação do Ministério da Economia, sob o comando de Guedes.

O atual ministro da Secretaria-Geral, Onyx Lorenzoni, será o titular deste novo ministério e o Ramos deve assumir a Secretaria-Geral da Presidência.



FONTE: Agência Brasil

Deixe seu Comentário
Veja também
Facebook
© Copyright 2021 - Tribuna Notícia