Sábado, 20 de julho de 2024
(11) 91135-9081
Brasil

05/07/2024 às 14h48

59 visualizações

Larissa Barusso

Cajamar / SP

Baixa umidade do ar deixa quase metade do Brasil em estado de alerta
Durante o período mais gelado, as pessoas se reúnem em espaços fechados, o que facilita a propagação de vírus e bactérias. Idosos e crianças são os mais afetados.
Baixa umidade do ar deixa quase metade do Brasil em estado de alerta
Banco de imagem
O Instituto Nacional de Meteorologia emitiu um alerta. Quase metade das cidades brasileiras está em perigo potencial, com umidade do ar entre 20% e 30%. Em 387 cidades de 12 estados, além do Distrito Federal, a situação é mais grave e considerada perigosa pelo Inmet, com a umidade entre 12% e 20%. A Organização Mundial da Saúde recomenda que a umidade esteja acima de 60%.

RISCOS PARA SAÚDE
O ar quente e seco aumenta o risco de incêndios florestais e prejudica a saúde, especialmente durante períodos frios, quando as pessoas se aglomeram em ambientes fechados, facilitando a transmissão de doenças. Idosos e crianças são os mais afetados.

Em Belo Horizonte, a umidade do ar chegou a 26%. Para melhorar o ambiente no centro da cidade, foi instalada uma estação com bebedouros e nebulizadores, tornando o local um ponto de refúgio para muitos.


Deixe seu Comentário
Veja também
Facebook
© Copyright 2024 - Tribuna Notícia